Mudando para a cidade grande

sampa_city-1 Vista do edifício do Banespa, um dos mais altos de São Paulo

Fiquei meio surpreso quando fui convidado para participar de uma entrevista de emprego em uma empresa bem bacana de sampa. Sem nada a perder, fui, conversei, passei, estou empregado e de quebra me mudando para a cidade grande.

Uma coisa que me fascina em São Paulo não são os prédios, o trânsito, o mar de gente. Mas como tudo se agrega e se mistura. Na mesma rua você consegue ver prédios inaugurados esta década e casinhas com calçadas de ladrilhos, talvez até centenárias.

São Paulo me parece uma cidade cartela de figurinhas. Porque ela é tão cheia de recortes, nos bairros, nas ruas, que se picássemos a cidade inteira em pedacinhos, poderíamos encaixar estes pequenos pedaços em qualquer lugar do mundo.  Há pedacinhos da Itália, Japão, Bolívia, do interior, do norte, do sul…  Fascinante…

Agora estou indo para lá, me tornar mais um pedacinho daquilo tudo. Amigos ficam, amigos vão, amigos novos à vista! E de pé em pé a gente vai se tornando gente grande.

Até mais ver, pessoal! Que este capitão está tocando o seu barco para revoltosos mares, que escondem tesouros e maravilhas em cada ilha.

 

*Este post se relaciona com este meu aqui, do Peixe Fresco. E de certa forma com este aqui do Graveheart também.

3 thoughts on “Mudando para a cidade grande”

  1. Caraca, que coisa hein Rodrigo? Isso é o que eu chamo de ousar!! Muito bem! Muita sorte e sucesso pra você aí em Sum Paulo… já sabe onde vai morar?
    Vai nos visitar de vez em quando? :)

    beijinhos

Os comentários estão fechados.