Up to Lookout Mountain

Acho que esse é o maior tempo sem atualizações desde que eu comecei esse blog… Na verdade eu já sabia que isso ia acontecer quando caísse na rotina aqui, mas não foi só isso. Como eu disse antes, estou trabalhando nos turnos da Judy, que provavelmente volta no sábado, por isso estou com os meus dias ocupados, sendo que à noite, quando sobra tempo, me falta saco para escrever aqui.

Mas cá estou aproveitando que tenho que esperar até as dez para passar nas cabines para perguntar se elas precisam de alguma coisa, para contar-lhes as novidades: Uma delas é que chegou o MP3 player que eu comprei pela internet, ainda não deu muito tempo de testá-lo, mas até agora estou gostando dele!

Segunda o Bidula e eu subimos até a Lookout Mountain, para tentar descê-la de sleds, uma vez que todo mundo aqui fica repetindo que as trilhas estão péssimas para esquiar, foi uma caminhada de mais ou menos um quilômetro na subida inclinada… Subimos pela trilha de hiking (caminhada), que era inclinada, mas para descer, as trilhas de esqui davam a volta, então nem tinham inclinação suficiente, salvo alguns raros pedaços, que foi onde fizemos o vídeo.

O mais engraçado dessa trilha foi encontrar um abrigo de camping com um cofre anti-urso, do qual fiz questão de tirar uma foto! Estamos planejando subir uma outra montanha aqui, talvez vamos de esqui, mas essa é o triplo da distância, então temos que tirar uma tarde inteira de folga.

Estou aqui planejando uma viagem a Nova York, ainda não tenho certeza se vou, preciso ver algumas coisas, como se eu vou ter dinheiro, quanto exatamente vai custar esse pacote, se o meu patrão vai me dar os cinco dias de folga que eu pedi, entre outras coisas.

Outro dia estava conversando com o Bidula enquanto fazíamos housekeeping. Todo mundo ficava dizendo que essa experiência ia ser muito boa, que íamos aprender muita coisa nova. Acho que isso aconteceu mesmo, mas ambos concordamos que o que mais aprendemos, aliás, percebemos seria a palavra certa, é que nós não queremos ficar longe das pessoas que amamos no Brasil. Outro dia o Matt nos levou para comer pizza em Grand Marais, à noite, e não sei o que me deu, mas senti falta do meu irmão…

Minha irmã passou no vestibular, está indo pra Baurulandia, coitada, e vai ficar umas semanas na minha república enquanto arruma um buraco para ela se enfiar. E eu não vou estar lá para recebê-la, ainda bem que eu confio nos meus companheiros de república para fazer isso do melhor modo possível!

Essa viagem me fez perceber também quanta coisa acontece em três meses. “Perdi” o Natal, Ano novo, páscoa, aniversário da minha mãe, formatura do meu irmão, a minha irmã passando no vestibular, vou perder o início das aulas dela na mesma faculdade que eu. Foi uma opção, eu troquei essas experiências, que agora eu valorizo muito mais, por outras aqui, não me arrependo, mas é aquela coisa: você tem uma coisa boa e abdica de outras.

Eu sinto falta de todo mundo, em horas diferentes, e a melhor parte é saber que daqui um mês e pouco eu vou rever todo mundo, vou voltar pro Brasil com um monte de histórias pra contar, apesar de eu já estar contando quase todas elas aqui.

Um último comentário: hoje é dia dos namorados aqui, e eu estou sem a minha namorada fofa! Que saudades!

PS: Espero que a galera que recebeu os postais tenha gostado!

PS2: Ainda não aprendi a escrever “sleding”.


Gelo nos cílios


Minha cara depois do vídeo!


Gelo no gorro!

One thought on “Up to Lookout Mountain”

Os comentários estão fechados.