Snowboard!

Snowboard é muito louco!!!!

Mas se eu pudesse descrever a sensação de passar um dia inteiro aprendendo a descer colinas de neve sobre uma prancha em uma só palavra, ela seria: dor. Nós éramos tão ruins que capotamos milhares e milhares de vezes, de costas, de cabeça, de bunda, que a noite estávamos todos quebrados. Eu inclusive trouxe um gelol para essas situações, mas doía todos os músculos do meu corpo, então acabei desistindo de untar todo o meu corpo com aquele creme.

Só que dóia tanto que precisei tomar um paracetamol (analgésico) pra conseguir dormir, uma vez que respirar doía. Mas nada para se preocupar, nós já estamos melhores, meu ombro dói um pouco ainda, mas quase nada. E eu estou louco para voltar lá e fazer aquilo novamente! É muito bom!!!

Hoje eu fui pra Duluth, fui comprar algumas coisas, comprei uma câmera igual à minha para minha mãe, e um mp3 player igual ao meu para o meu irmão. E uma bateria extra para a câmera, porque ficar sem bateria é terrível…

Ontem nós fomos numa festa lá no tal Papa Charlie’s, fica no mesmo lugar onde fomos fazer snowboard. Era uma “festa latina”, para os estudantes estrangeiros que estão trabalhando por aqui, o Matt nos levou. A festa foi muito boa! (Pelo menos a parte que eu lembro dela… Brincadeirinha.)

A verdade é que eu bebi umas oito doses de vodca antes de ir para a festa e estava, no mínimo, alegre. Mas são o suficiente para não cair no chão nenhuma vez, e lembrar de tudo o que aconteceu, como por exemplo que fomos vestidos de lenhador, e que teve pizza de graça lá! E tocou alguns, aliás, vários lixos brasileiros e peruanos que tocam nas baladas brasileiras.

Incrível, nem aqui eu consigo escapar de pagodes, axés, e outras coisas do gênero.

Estou cansado, dirigi 300 km até Duluth e voltei, além do cansaço pós-festa. (Ressaca…)

Ontem teve uma nevasca aqui, não é muito legal ver neve voando para tudo quanto é lado com um vento relativamente forte. E como eu estava trabalhando, a neve ficava se enfiando na gola da camisa, e em tudo quanto é lugar. O lago superior também acumulou um bocado de gelo, que com o vento fazia um baita barulhão. Eu tentei tirar uma foto, quanto o vento já tinha parado. Conseguimos também um bocado de neve, vamos tentar fazer um boneco de neve logo logo.

Última informação: Tentei comprar o meu Wii hoje, mas não consegui achar em lugar nenhum, estava esgotado em todos os lugares. Espero que chegue a nova leva antes de eu sair dos EUA, senão, no way.


Gelo no lago.


Deers, bem na frente do lodge.


Lumbermans go to party!

2 thoughts on “Snowboard!”

Os comentários estão fechados.