Foi legal enquanto durou – Último post.

Último post. Para encerrar esse blog. A todos que entraram aqui, leram essas minhas histórias, lástimas, comentários, e tudo o mais, meu sincero muito obrigado.

Foi muito bom voltar para casa. No final da experiência, eu já estava ficando cansado, as situações eram muito legais lá, ver neve, poder esquiar, trabalhar e tudo o mais, mas aquilo não era a minha vida, e eu precisava voltar para a minha vida.

Não dá para descrever a sensação de rever meus familiares, namorada e amigos. O engraçado é que pouco após foi como se eu nunca estivesse saído, o modo como conversávamos e tal, mas eu tenho certeza que agora eu teho muito mais experiências de vida do que quando eu saí. É como se aparentemente não tivesse mudado nada, mas bem no fundo você sabe o que mudou.

Basicamente, eu valorizo muito mais as relações humanas que eu tenho hoje. Como moro fora de casa desde cedo, não achei que ia sentir muita falta das pessoas, mas nossa, a saudade bateu bem forte naquelas terras geladas do norte. Eu senti que eu realmente preciso das pessoas à minha volta. Sim, estou falando exatamente da última frase do vídeo abaixo: Crescer é descobrir o que realmente importa. E o que realmente importa não é o que você tem ou o que você faz, mas com quem você vivencia a sua vida.

Por isso acabei não indo a Nova York. Ia vivenciar uma experiência legal… sozinho. Guardei a grana, comprei um Wii, e tenho experiências legais com às pessoas à minha volta.

Aos que interessam: Não tive problemas nenhum com a faculdade, e agora procuro emprego como professor de inglês. Tenho um bocado de falta, não posso mais perder aulas, mas não vou reprovar de ano. E as pessoas à quem dei presentes gostaram, isso é bem legal.

As pessoas me perguntam se eu acho que valeu a pena. Não é uma pergunta simples de responder, mas, somando-se todos os prós e contras, eu acho que valeu muito a pena sim! Foi uma tremenda experiência lá nos EUA, vivenciei coisas que nunca faria aqui, e agradeço muito à Experimento e aos meus pais que tornaram essa viagem possível. Como diz um amigo meu, que já foi a Macchu Picchu e nessas férias foi à Austrália. “Há um certo tipo de felicidade medido em milhas.”

Se eu recomendo para as outras pessoas? Não tenho dúvidas que sim! Existirão aqueles dias que você estará triste, perguntará o que está fazendo lá no fim de mundo, que você apenas quer chorar por estar longe de casa. Mas existirão todos os outros dias relatados no vídeo do post anterior, que você mostrará para os seus amigos e eles rirão com você, desejando ter ido junto.

A partir daqui, volto ao meu blog anterior, o Navegando Sonhos, no qual quem ainda não viu pode encontrar o tal documentário sobre a vida dos lenhadores. E encerro aqui esse blog, com um profundo agradecimento a todos que leram e me estimularam a escrever as minhas vivências, e com isso poder aproveitar ainda mais os meus dias americanos.

One thought on “Foi legal enquanto durou – Último post.”

  1. Rodrigo! Fico muito feliz em saber que sua viagem valeu super a pena e que vc tenha percebido coisas tão importantes! Parabéns pelo blogue, pelas fotos e pelo documentário hehe. Ah! E é claro, obrigada pela touca vermelha de pompom vermelho :) Beijossss

Os comentários estão fechados.